Rogério Cunha
Rogério Cunha de Paula

Rogério Cunha de Paula, é biólogo, mestre em Ciências Biológicas. É analista ambiental do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (CENAP), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio/MMA). É coordenador da divisão de Planos de Ação, conduzindo a execução dos Planos de Ação Nacionais da onça-pintada, da onça-parda e do lobo-guará. Ainda, é pesquisador associado da OSCIP Instituto Pró-Carnívoros, desenvolvendo projetos de pesquisa, desde 1997, em diferentes ecossistemas do Brasil. Possui experiência em técnicas de captura e manejo de vida selvagem e métodos de identificação e levantamentos de espécies de mamíferos, técnicas de monitoramento de carnívoros e modelagem populacional e de habitats. É membro de comitês nacionais e internacionais para conservação de espécies de carnívoros, entre eles os Grupos de Especialistas de Canídeos e de Felídeos da IUCN (União Internacional pela Conservação da Natureza), sendo respectivamente Coordenador do Grupo de Trabalho do Lobo-Guará na América do Sul e consultor mundial para questões ligadas a conflitos entre grandes felinos e população humana. Atua no Projeto Onçafari como responsável técnico geral e participando do planejamento e execução das atividades de captura e monitoramento dos animais, do componente técnico-científico do processo da habituação e das estratégias gerais do projeto como ferramenta de conservação.

Jean Pierre
Jean Pierre Santos

Jean Pierre é biólogo, pesquisador associado do Instituto Pró-Carnívoros. Atua desde 2000 em diversos projetos de pesquisa na região da Serra da Canastra, desempenhando principalmente ações para a conservação do lobo-guará. Possui grande expertise em rastreamento e outras metodologias de inventariamento de fauna como armadilhamento fotográfico. Possui também experiência em avaliações e estratégias de mitigação de conflitos entre o ser humano e mastofauna. Coordena as atividades pertinente a conflitos entre os lobos-guarás e os proprietários rurais do programa Lobos da Canastra. Atualmente coordena as atividades de campo e toda logística das ações de conservação do programa.

Vivian
Vivian Moreno Castilho

Vivian é bióloga com especialização lato senso em Gestão Ambiental. Atua em trabalhos de Educação Ambiental desde 2001 principalmente na região da Serra da Canastra. Atualmente compõe a equipe do programa Lobos da Canastra sendo a responsável pelas ações de educação ambiental nas escolas da região, realizando o planejamento e desenvolvimento os trabalhos com as crianças e jovens da região.

Arrais
Ricardo Corassa Arrais

Ricardo é médico veterinário, Mestre em Epidemiologia Experimental Aplicada às Zoonoses, pela Faculdade de medicina Veterinária e Zootecnia da USP. Coordena a divisão de veterinária do Programa Lobos da Canastra e dos projetos Ecologia e conservação da Raposa-do-campo Lycalopex vetulus no Cerrado Brasileiro e Onça-parda do Triângulo Mineiro, desenvolvidos pelo Programa de Conservação de Mamíferos do Cerrado – PCMC. Ainda é o veterinário de campo e colaborador do Programa Pato Água Aqui Pato Acolá – Instituto Terra Brasilis. Tem experiência na área de Epidemiologia, Captura e Contenção de mamíferos silvestres, com ênfase em carnívoros.

Adriano Gambarini
Adriano Gambarini

Adriano Gambarini é fotógrafo desde 1992, com vasta experiência em documentação de expedições a regiões remotas. Fotógrafo da National Geographic Brasil, é autor de vários livros de arte, entre eles Serra da Canastra e Natureza, Conservação e Cultura. Finalista do Prêmio Jabuti 2012 com o livro Cavernas no Brasil, assina também os textos das obras Velho Chico, o Rio e Camboja. Documenta Planos de Manejo de Unidades de Conservação, Projetos de Estudo de Impacto Ambiental e Expedições Científicas de ONGs como WWF, Conservation International (CI), Instituto Pró-Carnívoros, Instituto Terra Brasilis e CENAP/ICMBio. Trabalhou como fotógrafo still de cinema no documentário ‘Expedição Langsdorff’ para Discovery Channel no Brasil, França e Rússia, realizou coberturas jornalísticas online na Tailândia, Camboja, Laos, China e Quirguistão. Articulista do Blog da National Geographic Brasil e do site ambiental OECO, ministra workshops e palestras sobre fotografia na conservação. Administra e licencia seu foto arquivo com mais de 150 mil imagens do Brasil, Antártida e diversos países, com ênfase em biodiversidade, ecossistemas, cavernas, modos de vida e cultura de grupos étnicos. Formado em Geologia pela Universidade de São Paulo, é espeleólogo e mergulhador desde 1987. Tornou-se referência em fotografias de cavernas, produzindo o primeiro livro fotográfico sobre o tema e as principais matérias e exposições no país. É o fotógrafo oficial do Projeto Onçafari.

Laís Duarte Mota
Laís Duarte Mota

Laís é jornalista com especializações em Jornalismo Econômico e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Passou pelas redações mineiras da Rede Globo, trabalhando em reportagens especiais para Globo Repórter, Esporte Espetacular, Globo Esporte, Globo Rural e Globo News. Há 10 anos é repórter da TV Cultura em São Paulo, onde compõe os quadros dos programas Jornal da Cultura, Repórter Eco, Cartão Verde e Roda Viva. Em sua carreira, cobriu de tudo um pouco: campanhas eleitorais, crescimento da economia, desmatamento na Amazônia, jogos da Seleção Brasileira de futebol, projetos de pesquisa para conservação de espécies ameaçadas. Esteve presente nas visitas dos últimos Papas ao país, em tragédias, como a queda do vôo da TAM em Congonhas e em espetáculos como o último show de BB King no Brasil. Viu muita gente sorrir e chorar em mais de 15 anos de reportagens no Brasil e Estados Unidos onde atuou como correspondente internacional em 2014. Publicou matérias como colaboradora nas revistas Cláudia, Brasileiros, Piauí, Globo Rural, Terra da Gente, Go Outside e Almanaque Brasil com matérias sobre o Brasil e exterior. É associada e compõe o corpo diretor do Instituto Pró-Carnívoros e atualmente empresta sua experiência ao Programa Lobos da Canastra produzindo diversos materiais de suporte às atividades de comunicação.

 Nucharin Songsasen
Nucharin Songsasen

Nuch é médica veterinária, com mestrado em ciências biomédicas e doutorado em Criobiologia. É pesquisadora especializada em Biologia Reprodutiva do Centro para a Sobrevivência de Espécies, departamento do Instituto de Biologia da Conservação do Smithsonian, na Virgínia, Estados Unidos. Atualmente coordena o Programa para a conservação de raros canídeos. É também a coordenadora do Plano de Sobrevivência de Espécies (SSP) para o lobo-guará, pela AZA (American Zoos and Aquariums Association). Suas investigações atuais envolvem (1) o desenvolvimento de tecnologia inovadora de preservação de fertilidade nos canídeos selvagens, (2) pesquisa em biologia reprodutiva e estabelecimento de tecnologia de reprodução assistida para o manejo do lobo-guará, (3) levantamento de fatores de impactos às populações de canídeos no Cerrado brasileiro (4) avaliação do status ecológico e ameaças à população de Dholes na Tailândia. É responsável pelas análises reprodutivas e epidemiológicas do Programa Lobos da Canastra.

O ANO DO LOBO

Yara Barros
Yara de Melo Barros

Yara é bióloga com mestrado e doutorado em zoologia. Atualmente é Diretora Técnica do Parque das Aves, Diretora de Comunicação da SZB, membro do Comitê de Conservação da ALPZA, do Comitê de Conservação e Sustentabilidade da WAZA e do CBSG Brasil. Com grande experiência na conservação em vida livre, tem buscado estabelecer uma ponte efetiva entre as estratégias de ação para a conservação da fauna no cativeiro e na natureza. É a criadora da campanha “2015: O Ano do Lobo-Guará”.

Dayse Campista
Dayse Campista

Dayse é bióloga com mestrado em Ecologia e especializações em Manejo em Animais Silvestres, em Solos Tropicais, em Educação Ambiental e em Gestão Ambiental. Desde 1991, atua como bióloga responsável pelo Zoo Tropical Manaus / Tropical Ecoresort Manaus. Atualmente compõe a Diretoria da SZB, onde coordena o Comitê de Educação Ambiental. É membro do Primate Education Network – PEN/USA e do Grupo Assessor do Plano de Ação Nacional para Conservação do Sauim de coleira, com a função de articulação de ações pertinentes à Educação Ambiental e que envolvem conservação “ex situ”. Desde 2006 é conselheira efetiva do Conselho Regional de Biologia – 6 região.

Adriano Gambarini
Angela Tischner

Angela Tischner nasceu em Foz do Iguaçu, Paraná. É licenciada em Ciências Biológicas pela Unioeste e tem especialização em Educação Ambiental. Sempre trabalhou com educação ambiental, principalmente com o público infantil.