Ocorre praticamente em todo Bioma Cerrado e áreas do sul do Brasil. Esporadicamente, pode aparecer também em algumas áreas do Pantanal. Além das áreas brasileiras, onde é mais extensivamente encontrado, ainda habita áreas em cinco outros países: Argentina, Bolívia, Paraguai, Peru e Uruguai. Devido ao desmatamento do Cerrado e outros ambientes nos outros países, acredita-se que a distribuição atual sofreu grandes reduções, em especial na porção sul de seu limite. Por outro lado, o lobo aumentou sua área de ocupação, aparecendo hoje em dia em áreas desmatadas da Amazônia (Mato Grosso e Rondônia) e Mata Atlântica (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro).

Devido à grande diversidade de ambientes que ocupa e de alimentos que compõem sua dieta, acaba sendo encontrado em áreas de intenso uso humano, como terras cultivadas para agricultura e pastagens. Entretanto essas áreas são utilizadas em menor proporção do que ambientes naturais.

Hoje as áreas principais de ocorrência, onde a espécie alcança as maiores densidades conhecidas, ou seja, o maior número de animais por área é na região da Serra da Canastra (sudoeste mineiro) e no Parque Nacional das Emas (sudoeste goiano).

 

distribuição