Foto: Adriano Gambarini

Foto: Adriano Gambarini

Enquanto as áreas naturais vão sendo transformadas em grandes campos de soja, pastagens, canaviais, etc, os lobos, que são animais que se movimentam muito, aumentam sua procura por áreas com condições para sua sobrevivência. O Cerrado é um bioma cortado por uma grande malha viária. Com isso, as movimentações dos lobos eventualmente incluem cruzar estradas, rodovias de grande volume de tráfego. Desta forma, uma ameaça severa para a espécie, principalmente para pequenas populações, é o grande número de atropelamentos principalmente em SP, MG e GO (incluindo o DF).

A maioria dos atropelamentos envolvem indivíduos jovens procurando áreas para se estabelecer ou mais velhos, sem muita destreza. Em alguns lugares, estima-se que os atropelamentos sejam responsáveis pela morte de um terço à metade da produção anual de filhotes, o que se torna uma grande ameaça à espécie.

Infelizmente, os atropelamentos não acontecem sem querer sempre. Em alguns casos, motoristas atropelam animais propositalmente. Os lobos são animais que geram antipatia em muitos lugares, sendo um alvo a ser abatido em estradas eventualmente.

Um animal acompanhado por 8 meses na região da Serra da Canastra estabeleceu seu território em uma área cortada pela principal rodovia da região. Depois de cruzar a estrada X vezes neste período, ele foi atropelado. Não morreu na hora, mas a coleira indicou que ele foi arrastado alguns metros. Morreu 3 dias depois da colisão em uma matinha próxima do local do choque.